Pesquisador da RESAMA marca presença no Encontro Técnico sobre Migração, Deslocamento e Mobilidade Humana no Marrocos

Entre os dias 27 e 28 de julho, o pesquisador da RESAMA, Diogo Andreola Serraglio, participou do Encontro Técnico sobre Migração, Deslocamento e Mobilidade Humana no contexto da Área de Ação 6 do plano de ação inicial do Comitê Executivo do Mecanismo Internacional de Varsóvia sobre Perdas e Danos, organizado pelo Comitê Executivo do Mecanismo Internacional de Varsóvia sobre Perdas e Danos associados às Mudanças Climáticas no âmbito da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (CQNUMC), pela Organização Internacional para as Migrações (OIM) e com o apoio do Ministério das Relações Exteriores e Desenvolvimento Internacional da França.

foto1

O evento ocorreu na cidade marroquina de Casablanca, com o objetivo de reunir tomadores de decisões sobre a mobilidade humana decorrente das mudanças climáticas, os quais sintetizaram informações relevantes sobre o assunto para o aperfeiçoamento das discussões que permeiam o parágrafo 49 da Decisão n. 01¹ da 21a Conferência das Partes (COP21), realizada em Paris no fim de 2015.

foto4

As contribuições trazidas pela RESAMA mostraram-se de suma importância, visando o avanço de uma possível agenda de governança global que verse sobre as migrações decorrentes das mudanças climáticas. A rede recomendou, a partir do cenário latino-americano, uma maior integração entre as ações que estão sendo postas em prática por diferentes organizações regionais e sub-regionais no continente e uma melhor coordenação das mesmas, visto que nem sempre essas são articuladas e desenvolvidas da forma devida; a adequação de políticas e acordos regionais de migração com o intuito de torná-la um mecanismo de adaptação às alterações do clima, garantindo e facilitando, desta forma, o direito de migrar face às ameaças desse fenômeno; e, por fim, a imprescindibilidade da complementação do quadro jurídico regional e sub-regional a fim de reconhecer o status de migrante ambiental climático, por meio do estabelecimento de procedimentos que permitam a sua identificação, acolhimento e proteção.

Para acessar a agenda completa do evento, clique aqui.

¹COP Decision 1/CP21, Paragraph 49: “Establishing a task force to develop recommendations for integrated approaches to avert, minimize and address displacement related to the adverse impacts of climate change”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s